Iluminação na Decoração

March 20, 2016

 

 As pessoas quando pensam na decoração de suas casas, dão mais atenção as paredes, móbiliário e eletrodomésticos. Se esquecem de planejar a iluminação.  Uma boa iluminação é tão importante quanto o sofá ser confortável. Com a iluminação adequada, além de se conseguir um ambiente estéticamente mais bonito, traz também sensação de conforto aos usuários da casa.
Isso porque uma iluminação bem pensada dá forma a objetos, destaca ou esconde outros e dirige a nossa atenção para os detalhes e para o que queremos mostrar em nossa casa.

 

 

 

Basta reparar nos apartamentos que geralmente possuem apenas um ponto de luz no teto para iluminar todo o ambiente; Além de muitas vezes esse ponto de luz não dar conta do recado, ainda é necessário colocar uma lâmpada  extremamente forte e com alto nível de consumo.

 

É muito ruim uma Sala de Jantar onde quase não se enxerga a comida no prato, ou um canto da Sala onde foi projetado para ter uma poltrona, e quase precisar de uma lanterna para conseguir fazer uma leitura.

 

Como se planeja essa iluminação?

 

É preciso fazer um estudo da construção. Quantos pontos de luz serão necessários para cada ambiente; Que tipo de lâmpadas preciso nesses ambientes; Que tipo de luminárias são adequadas para cada situação; E também, qual é o estilo de vida dos moradores da casa e como esses ambientes serão utilizados por eles.

Assim fica mais fácil traçar um plano de iluminação para a casa. Precisamos nos atentar também a Arquitetura da casa, como pé direiro alto, janelas grandes...

Se o pé direito do ambiente for baixo, não convém colocar lustres pendentes , sob o risco de virar um obstáculo para quem estiver circulando pelo ambiente. No geral, em áreas sociais como sala de estar e jantar, lâmpadas de luz amarela criam um clima mais aconchegante que as fluorescentes, que ficam bem melhores na cozinha e na área de serviço.

 

Eu, particularmente, se puder, não uso fluorescente em nenhum ambiente. Mas como assim? E na cozinha? E na lavanderia?

 

Calma, eu explico...

 

Eu cuido tanto de cada ambiente, de cada detalhe, de cada móvel para deixar tudo lindo. E depois vou acender uma lâmpada branca em cima de tudo? Não gosto, lâmpada branca prá mim só em hospital.

 

Juro. Às vezes passo na frente de cada casa linda, e na janela, pah, lâmpada fluorescente....urghhhhh. Dá vontade de parar, tocar a campainha e dar um toque, rs

 

Vocês vão me perguntar, mas e a economia? A energia está muito cara. Sim, existem lâmpadas em led de todos os modelos, elas são um pouco mais caras sim, apesar de compensar muito em curto prazo na conta de energia. Hoje em dia a lâmpada de led já está quase popularizada com a infinidade de marcas (inclusive importadas) no mercado. Existem também as lâmpadas fluorescentes chamadas de morna, não são comumente encontradas em todas as cidades, mas nos grandes centros encontra-se com mais facilidade.

 

Bom, já dei minha opinião, agora vamos voltar as informações apartidárias, rs.


Existem os mais diversos tipos de lâmpadas e formatos.

 

Podem ser incandescentes (hoje em extinção no mercado devido ao alto consumo de energia), essas possuem diferentes formatos de bulbos, emitem luz amarela e quente e reproduzem as cores do ambiente com fidelidade.

 

Fluorescentes (as famosas lâmpadas brancas), existem as fluorescentes mornas também, essas tem um tom mais amarelado, não são comumente encontradas em todas as cidades, mas nos grandes centros encontra-se com mais facilidade

 

Lâmpadas halógenas, são incandescentes com um bulbo menor e gás halógeno, que melhora o desempenho e tem maior durabilidade que a incandescente. Também é amarela e reproduz as cores com fidelidade.

Dentre as lâmpadas halógenas temos alguns tipos: Lâmpada par (20,30,38), essa tem uma superfície refletora em vidro grosso pontilhado que melhora o desempenho e enfatiza o brilho da luz. Ela é própria para luz focada, formando um cone de luz sobre o objeto ou suprfície. Por ter um corpo blindado é muito utilizada também para áreas externas, ou até mesmo em espetos de jardim. É uma lâmpada bem quente.

Lâmpada Dicróica ou AR: são lâmpadas destinadas a foco, são utilizadas sempre voltadas para um quadro ou qualquer outro objeto, painel. 

 

Hoje, qualquer modelo de lâmpada possui sua versão em led. As lâmpadas de led costumam ser mais esbranquiçadas. Para resolver esse problema, precisa procurar por lâmpadas com menor valor de kelvins. Exemplo: uma lâmpada de 2700kelvins será mais amarela do que uma lâmpada com 3000kelvins. Elas são mais econômicas e cológicamente corretas.

 

Parece complexo né? Eis que surge mais uma novidade, e novidade boa inclusive... São as novas lâmpadas de filamento de carbono. O que é isso? Coisa linda, rs. Vou publicar uma foto para vocês verem. Lâmpada com diversos formatos onde o bulbo fica interirinho aceso, ótima para decorar e deixá-las como protagonista do ambiente.

 

 

 

 

São lindas né? Mas não iluminam tanto....

 

O bacana é utilizá - las só como decoração mesmo.

 

 

 

 

 

 `Bora`cuidar da iluminação da sua casa????

 

 

 

 * todas as imagens de ambientes são de propriedade do Escritório de A R Q U I T E T U R A Patricia Moreno

 

 

 

 

 

 

 

 


















 

Please reload

SOBRE ARQUITETURA
Arquivo
Please reload

Procurar por tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square